Editos ou Revelação?

Conta o relato bíblico que Daniel (capítulo 6), sendo abençoado por Deus, alcançou favor diante do rei persa Dario. O servo do Senhor sempre se sobressai em relação aos outros. Não porque ele seja melhor, mas porque maior é o que está nele do que o que está no mundo. Maior é o Espírito Excelente do Deus Santo, o próprio Espírito Santo em nós. Por causa dessa referência – o Espírito Santo na vida do servo – Daniel passou a ser perseguido por inimigos que queriam atenção para si. Resultado: O próprio rei Dario, movido pelo seu ego, autorizou um edito/decreto que condenava à morte todos aqueles que não o buscassem por um espaço de tempo.

O adversário e seus ajudantes agem da mesma forma, buscando atrair atenção do servo a todo tempo, utilizando editos para isso. Daniel não deu atenção ao edito, mas como sempre em sua vida, atendeu à Revelação, orando para as bandas de Jerusalém.

Qual será a postura da Igreja nos dias de hoje? No tempo profético que vivemos, muitos editos têm sido promulgados pelo adversário buscando adoração para si. Edito da internet, dos vícios, da preguiça, da soberba, contenda, iniquidade…

Todos esses editos trazem consigo condenação e morte! Tiram a atenção do Rei dos reis, o Senhor Jesus Autor da Vida, e os atrai ao rei deste século.

A postura do servo fiel deve ser a mesma de Daniel: Atender à Revelação, orando com as janelas abertas para as bandas de Jerusalém. As nossas janelas, isto é, nossa vida espiritual, deve estar voltada para Jerusalém também – a Celestial, Eterna.

“…porque não será aqui o vosso descanso.” Miqueias 2:10.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: